Batalha De Games - Overwatch x Paladins

O que são os atalhos “.new” da Google?

3 meses atrás
Compartilhe

Ferramenta fundamental para aqueles que utilizam aplicativos e serviços da empresa Google, os atalhos “.new” vieram para facilitar a vida dos usuários que já não vivem sem recursos como o Google Docs, o Google Agenda e o Google Keep.

O identificador de endereço para sites, lançado pela gigante da internet em 2018, começou trazendo a possibilidade de acessar documentos, planilhas e slides diretamente na barra de endereços do seu navegador, incluindo apenas os atalhos com o final “.new”. Atualmente, o recurso está disponível para a maioria dos recursos da Google, ou seja, para criar um novo evento no seu calendário basta digitar “cal.new” em seu navegador. 

Recentemente, a empresa liberou o domínio “.new” para algumas companhias selecionadas, como Spotify, Canva e Medium. Mas, a partir de 2 de dezembro de 2019, a funcionalidade estará disponível para todas as empresas que desejam criar atalhos para seus próprios recursos online.

Anunciado pelo vice-diretor de informação da Google, Ben Fried, a liberação do domínio tornará possível acessar e editar produtos e serviços de todas as empresas que solicitarem a funcionalidade até 14 de janeiro de 2020. Como já fazemos hoje com os recursos Google, a edição de tarefas online poderá ser feita diretamente pela barra de endereços do navegador, simplificando o acesso à aplicativos e serviços de outras companhias.

Os atalhos já tornam possível aos usuários criar e compartilhar novas playlists do Spotify digitando “playlist.new” em seu navegador, assim como criar novos designs pelo Canva através do “canva.new” e desenvolver novas histórias ou matérias com facilidade digitando “story.new” com o Medium. Tudo isso sem a necessidade de acessar os respectivos aplicativos. Outras empresas como o Bitly já testaram a funcionalidade e criaram seus atalhos, somando 10 novos domínios “.new” anunciados depois da liberação do acesso à companhias parceiras pela Google.

A partir de 2 de dezembro de 2019, a ferramenta não será limitada a empresas, já que qualquer pessoa física também poderá solicitar a utilização do recurso para criar seus próprios atalhos e facilitar o acesso a tarefas online. Em julho de 2020, a funcionalidade estará liberada diretamente, sem a necessidade de fazer um requerimento solicitando acesso à ferramenta. Ainda assim, a criação de qualquer atalho “.new” estará sujeita a políticas especificas da Google.

A navegação direta de um recurso através de uma página da web já possibilita que os usuários otimizem a utilização dos serviços e facilita a criação de novas tarefas e atividades. Agora, com novas companhias aderindo à ferramenta, uma infinidade de possibilidades estarão disponíveis, dependendo apenas de um atalho digitado na barra de endereços do seu navegador.